sábado, 16 de março de 2013

Do amor e outros demônios - Gabriel García Márquez



Ela lhe perguntou o que havia do outro lado do mar e ele respondeu: "O mundo".
Para cada gesto dele, a menina encontrou uma ressonância inesperada. pág. 74

A história se passa na Colômbia do século XVIII, quando era ainda colônia da Espanha. Sierva María de los Angeles era uma adolescente, filha do marquês de Casalduero. Desde pequena foi criada junto com os escravos. A mãe, Bernarda não a amava e o pai negligenciou sua criação. Sierva María aprendeu a falar 3 línguas africanas e vivia livre com os escravos, sem as obrigações que uma marquesa deveria ter. Quando o pai tentou trazê-la de volta para dentro de casa, ela acabou voltando para junto dos escravos, onde se sentia melhor.

Um cão raivoso aparece na cidade, morde alguns escravos e também o tornozelo de Sierva María. Logo depois morre. Os escravos a tratam com rezas e unguentos. O pai quando descobre que a filha foi mordida, se apavora e chama um médico que lhe diz que ela não tem sintomas de raiva. Mas quando a feriada volta a sangrar, o marquês envia a filha para viver no convento com as freiras e ser cuidada por religiosos.

Sierva María tinha um comportamento atípico, cantava e falava em línguas africanas, o que levou os religiosos a acreditarem que ela estava possuída pelo demônio e o bispo ordenou que ela fosse exorcizada. O padre Cayetano Delaura foi o encarregado de exorcizá-la, mas ele não acreditou que ela estivesse possuída e se encantou pela menina de cabelos que chegavam ao chão, nunca cortados por causa de uma promessa à Virgem Maria.

Gabriel García Márquez, que é colombiano, escreveu Do amor e outros demônios inspirado em uma lenda que sua avó contava. A partir disso, criou uma história sobre amor, paixão, superstições, fanatismo religioso e ignorância. É um livro lindo, apaixonante, sensual, estranho e revoltante. Faz uma crítica aos fanatismos religiosos e uma reflexão sobre o amor estranho, que enlouquece e faz sofrer.

A narração é em terceira pessoa, com uma linguagem poética, descrições lindas que mostram essa cultura latina tão parecida com a nossa naquela época, mesclando crenças e costumes africanos, indígenas e europeus. Amei! Devorei em um dia, mas daqui a um tempo quero reler saboreando! Lindo!

Admiro o dom de contar uma história bem elaborada e acabada em pouco mais de 200 páginas. Hoje em dia, só querem saber de séries.

- "Eu me acabarei, pois me entreguei sem arte a quem me saberá perder e acabar." pág. 190


Avaliação: ★★★★ 

Até a próxima.
Beijos.


Post anterior: Antes de nascer o mundo - Mia Couto

Comente com o Facebook:

28 comentários:

  1. wow! Acho que nunca li algo que foi inspirado numa lenda colombiana, interessante... WOW
    deve ser mesmo muito bom pra voce ter lido em um dia!
    Curti sua resenha!
    OPA
    obrigada <3
    Um beeijo!
    Pâm
    http://interruptedreamer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa pela primeira vez estou vendo um livro sobre a cultura colombiana !
    Mais que amrcado na minha lista *-*
    adoorei viiw !
    Bjoos

    ResponderExcluir
  3. Tem uma versão cinematográfica. Eu baixei para ver só que quero ler o livro antes.
    Pelo que você disse é um livro fantástico.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  4. Eu já estava com vontade de ler algum livro dele, agora fiquei com mais vontade ainda.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nadia!

    Uau, que resenha! Fiquei curiosa a respeito do livro. Você já leu algo do Khaled Hosseini? É que enquanto lia sua resenha, me lembrei dos dois livros dele que li, O Caçador de Pipas e A Cidade do Sol. Acho que vou comprar esse livro algum dia, pois me interessei muito por ele.

    Beijos!

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natalia.
      Li sim. Li O Caçador de Pipas e amei! Mas é bem diferente. O Caçador de Pipas é mais histórico e político, Do amor e outros demônios é mais poético e sem compromisso com a realidade.
      Bem vinda ao blog.
      Beijos.

      Excluir
  6. Olá
    Gostei muita da sua resenha.
    Ainda não conhecia o livro, mas parece muito bom e diferente da maioria.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem diferente, sim, Bruna. Mas é ótimo!
      Beijos.

      Excluir
  7. Oi Nádia!! Ai que resenha inspirada ^^
    e que diferente!! adorei a abordagem, a idéia das críticas e quando fala do amor é sempre lindo ^^ haha
    adorei a resenha, beijos!!

    http://superbookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. :)
      Fala sobre o amor, mas de uma forma diferente. Sobre um amor estranho, que enlouquece e faz sofrer.
      Beijos.

      Excluir
  8. Oi Nádia!

    Como eu te disse, ainda não li nada dele. Mas sempre que vejo elogios assim, me dá mais vontade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já tinha lido outros livros. Eu gosto bastante
      Beijos.

      Excluir
    2. Pra não dizer que eu nunca li nada dele, eu li um conto pra faculdade. E gostei muito.

      Beijos!

      Excluir
  9. Amo as obras do Gabriel García Márquez, principalmente Cem anos de solidão. Ainda não conhecia esse, mas parece ser ótimo, muito interessante o enredo, vou ter que ler em breve, o enrendo mistura o que eu adoro ler, haha adoro... Amei a resenha *_* o livro já está nos meus desejados para esse semestre : )

    Adorei o blog, Seguindo & BeijoS, Liza.

    http://loucurasedevaneiosbyliza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que bom que você gostou!!! Esse livro tem passagens memoráveis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora quero te recomendar um também: 'Antes de nascer o mundo' do Mia Couto. Muito bom! Se não leu, leia! :)
      Beijos.

      Excluir
  11. Já ouvi falar! Gabriel é demaaaaaaaaaaaais! *-*

    @esteffanifontes, parceira e autora do blog:
    ossegredosdelandara.blogspot.com.br

    Vem conhecer "Os Segredos de Landara" (:

    ResponderExcluir
  12. Nossa!! Não conhecia o livro, adorei a postagem.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nádia que resenha fantástica, não conhecia esse livro e achei a temática bem interessante.
    Concordo com vc e também fico admirada quando encontro um livro único e tão bom pq as vezes series cansa. Bjos querida !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou ótimo o banner!!!! Fico mega feliz!!!!!

      Excluir
  14. Ainda não li esse livro, mas depois de ler sua resenha com certeza vou procurar esse livro.
    Beijos, Lari.
    http://algumasprimaveras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Adoro esse tipo de livro mais diferente, sabe? Porém tenho um pouco de receio de ler algo do Gabriel, a leitura aparenta ser um pouco arrastada. Mas não sei! Pretendo logo tirar essa opinião boba de mim.
    Beijos,
    alanahomrich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Esse é um autor que DEVE ser lido por todos que adoram uma boa literatura, de verdade. Ainda não li esta obra, mas já está entre os desejados. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  17. Bela resenha! Deu para entender como é o clima do livro,... Gostei!

    Beijos ;*

    ResponderExcluir

Adoro comentários e respondo aqui mesmo, conforme eu vou lendo.
Gentileza gera gentileza.
=)