quinta-feira, 6 de março de 2014

Eu sou o número quatro - Pittacus Lore



LORE, Pittacus. Eu sou o número quatro. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2011. 352p. Título original: I am number four.

"Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes com os quais vocês só podem sonhar. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos os super-heróis que vocês idolatram nos filmes - mas somos reais.

Nosso plano era crescer, treinar, nos tornar mais poderosos e nos unir, para então enfrentá-los. Porém, eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar. Agora, estamos fugindo."


Os Legados de Lorien é uma série de ficção científica e fantasia adolescente que conta a histórias de nove crianças que vieram do planeta Lorien para a Terra fugindo dos mogadorianos (habitantes do planeta Mogadore) que tomaram conta de seu planeta. Essas nove crianças fazem parte da Garde de Lorien e quando crescerem  tornar-se-ão muito poderosos e deverão derrotar seus inimigos. Porém os mogadorianos seguem as crianças até a Terra e as perseguem com o intuito de exterminá-las. Três delas já foram mortas e agora restam seis.

Um feitiço protege as crianças e somente permite que os mogadorianos consigam matá-las na ordem, dificultando seu extermínio. Quando um mogadoriano tenta matar uma das crianças fora da ordem, ele é que morre em seu lugar.

O primeiro volume da série, Eu Sou o Número Quatro, conta a história de John Smith, o número quatro. Ele tem quinze anos quando foge para uma cidadezinha na Califórnia com seu Cêpan (guardião) depois de sentir a morte do número três. Ele sabe que é o próximo. O número quatro adota o nome John Smith. John fica imediatamente amigo de Sam, um nerd, nada popular na escola que é obcecado por alienígenas e acredita que seu pai foi abduzido. John se apaixona por Sarah, uma menina linda, e meiga que também se apaixona por ele.

John começa a desenvolver poderes e logo aprende com su Cêpan, Henri, que esses poderes são legados que todos os membros da Garde têm. Cada um desenvolve poderes diferentes embora tenham alguns legados em comum. Henri começa a treinar John para conseguir controlar seus legados e poder lutar contra os mogadorianos. Além dos legados, as crianças possuem cada um uma arca com objetos muito importantes e poderosos.

É claro que os mogadorianos acabam encontrando quatro e o livro fica ainda mais interessante. Além disso, outro membro da Garde, a número seis, aparece para esquentar e deixar a história mais eletrizante.

É um livro cheio de ação do começo ao fim. É daqueles de tirar o fôlego e ler sem parar. Tanto que já emendei a leitura dos volumes seguintes e só vou parar quando terminar de ler todos. O primeiro livro não tem grande profundidade, mas é um excelente entretenimento. A história é bastante divertida, bem escrita e instigante. A narração é em primeira pessoa pela voz de John. Super recomendo!

Uma curiosidade, Pittacus Lore é um pseudônimo dos escritores James Frey e Jobie Hughes que escrevem a série juntos. Ah, este foi o primeiro livro que li no meu KOBO. E estou apaixonada por ele e muito satisfeita com a compra. :)

Avaliação: ★★★  

Foi feita uma adaptação para o cinema dirigida por D.J. Caruso e produzida por Michael Bay e Steven Spielberg! Alex Pettyfer faz o papel de John, Diana Agron é Sarah e Callan McAuliffe é Sam.
O filme tem algumas diferenças em relação ao livro: mistura alguns poderes dos personagens, antecipa algumas revelações feitas somente no segundo livro e corta cenas importantes. É tudo bastante resumido, mas é divertido. Dá para assistir em um sábado à tarde comendo pipoca. ;)




Até a próxima.
Beijos e boas leituras. :**

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro comentários e respondo aqui mesmo, conforme eu vou lendo.
Gentileza gera gentileza.
=)