domingo, 29 de março de 2015

[série de TV] Breaking Bad (2008 - 2013)



Atenção: Contém Spoilers! Você foi avisado. 

Breaking Bad é uma das melhores séries de TV que já assisti. Criada e dirigida por Vince Gillian, foi exibida pelo canal AMC e atualmente é exibida pelo canal AXN e pelo Netflix. Com personagens muito bem trabalhados, complexos e incrivelmente humanos e uma história muito bem amarrada, acompanha a história de Walter White ou simplesmente Walt (Bryan Cranston), um químico que dá aula em um colégio e também trabalha em um Lava Jato e leva uma vida comum em Albuquerque, Novo Mexico com a esposa grávida e o filho adolescente. A irmã de sua esposa é uma cleptomaníaca atrapalhada casada com o agente federal Hank (Dean Norris), do DEA, o departamento de narcóticos. 

Tudo muda na vida de Walt quando ele é diagnosticado com um câncer de pulmão inoperável e os médicos dizem que ele tem pouco tempo de vida. Após acompanhar uma batida do DEA com seu concunhado a um laboratório de metanfetamina quando o "cozinheiro" foi morto, Walt resolve juntar-se a um ex-aluno que fazia parte da quadrilha, Jesse (Aaron Paul), e juntos começam a produzir metanfetamina. Walt quer ganhar dinheiro suficiente para prover a família após sua morte.

Logo Walt descobre que tem talento para isso e que seu cristal, como é chamada a droga, é o melhor e mais puro do mercado. O  negócio cresce, Walt ganha cada vez mais dinheiro e fama e mergulha cada vez mais no mundo do crime. Ele passa a ser conhecido como Heisenberg.

A esposa de Walt, Skyler, começa a desconfiar e fica cada vez mais difícil fazê-la acreditar em suas mentiras. A crise no casamento fica cada vez mais insustentável e Walt acaba contando a verdade a sua esposa que, sem coragem de denunciá-lo, acaba se envolvendo em seus negócios.

Walt está em remissão da doença, portanto não é mais pela família que continua produzindo a metanfetamina. Ele está cego pelo poder. Walt não consegue mais admitir os próprios erros, torna a vida da esposa um inferno e chega até a ameaçá-la. De pequeno produtor da droga, Walt se torna um grande traficante, assaltante e assassino frio e sem remorso. Ele quer poder, quer construir um império, mesmo depois que até mesmo seus sócios desistem do negócio. Em um ponto Jesse questiona Walt: "Um império de metanfetamina é motivo de orgulho?" Mas tudo o que Walt quer saber é de ter cada vez mais poder. Ele é guiado pelo orgulho e pela ambição. 

Jesse por outro lado começa a série como um desajustado, viciado em metanfetamina e com uma família que o rejeita. Jesse também é seduzido pelo dinheiro, mas passa a série toda questionado a vida que leva e se martirizando pelos seus crimes. Ao mesmo tempo nunca consegue se livrar totalmente do vício e fica cada vez mais transtornado. Jesse é fraco e facilmente influenciado e por mais que tente, não consegue sair do negócio de metanfetamina.

Skyler é uma personagem incrível e a atriz Anna Gunn faz uma atuação brilhante. Skyler é uma mulher forte que tem que fazer escolhas difíceis pela sua família. Ela sabe que se o marido for descoberto, todos ficarão arruinados, mas aos poucos percebe o quanto ele é perigoso e como suas escolhas colocam seus filhos em perigo. Ela aprende a mentir e se torna uma criminosa, mas se sente uma refém em sua própria casa. Tem medo do que o marido se tornou e de ser morta por outros criminosos que trabalham com ele, mas também tem medo de ser descoberta já que Walt é muito descuidado com os negócios, 

Enquanto o negócio cresce, Hank, concunhado de Walt, investiga o misterioso Heisenberg e esse caso se torna uma meta na sua vida profissional e uma questão de honra. Hank fica obcecado em prender Heisenberg. Hank é talvez a melhor pessoa da história.



As atuações são impecáveis e é impossível não se envolver com a vida desses personagens que despertam amor e ódio nos telespectadores. Passei toda a série dividida entre torcer para que Walt escapasse ou  fosse descoberto ou mesmo morto, não por gostar dele, mas porque o personagem é incrível. Amei Skyler mas também a odiei em alguns momentos, assim como Jesse().

Breaking Bad mostra como é frágil o limite entre o certo e o errado, como é fácil romper essa barreira e como uma vez transposta é difícil voltar atrás. Conta a história de pessoas que se transformam por causa de suas escolhas e faz refletir sobre a fragilidade, a falibilidade e a imperfeição dos seres humanos. Sem falar que, embora não seja esse o foco da série, tudo o que se trata de drogas sempre faz pensar em como a guerra às drogas e o tráfico matam mais que as drogas e si.

A série é cheia de cenas de ação, suspense, drama e momentos cômicos que a tornam absolutamente divertida! Começa um pouco lenta, mas ganha ritmo a cada episódio. A história intercala cenas passadas em ordem cronológica com flashbacks e cenas que são explicadas posteriormente. São 5 temporadas com no máximo 16 episódios. Faltam 6 para o final e eu estou me mordendo de curiosidade de saber como termina.

Estão esperando o que para assistir? Estou indo assistir aos últimos episódios.

Atualização: Acabei de assistir ao final e é perfeito!

Até mais. 
Beijos. :**





Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Trocando o Disco1 de abril de 2015 15:01

    Oi Nadia!! Gente, você acredita que eu estava esse fim de semana mesmo remexendo na netflix e pensando em assistir essa série? Eu vi que ela já tava completa e tem uma amiga minha que adoooora e tá até assistindo o spin-off que tá no ar, a curiosidade começou a me cutucar e eu tô vendo se arranjo um tempo, haja vista que quando eu começo eu passo noites em claro assistindo haha. Adorei o seu post, e eu adoro spoilers, então tá tudo ótimo. Ainda não tinha lido nada tão explicado e gostei! A premissa é bem diferente, deve testar bastante o nosso lado certo/errado e como as coisas podem se misturar, mas acima de tudo eu tô curiosa em como essa bagunça toda pode ser engraçada hehe Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. É muuuito boa mesmo, Nanda. Assista sim pra gente poder trocar ideias. :) É exatamente isso, ela testa as nossa noção de certo e errado o tempo todo.
    Beijo.

    ResponderExcluir

Adoro comentários e respondo aqui mesmo, conforme eu vou lendo.
Gentileza gera gentileza.
=)