sábado, 1 de setembro de 2012

Os Pilares da Terra - Ken Follett



Atualização em 27/10/2012: Mudei um pouco a resenha e tirei os spoilers mínimos que havia antes. Então podem ler sem medo agora.

Em julho, quando li este livro, eu ainda não tinha blog. Então escrevo a resenha atrasada e depois de já ter feito a de Mundo sem Fim.

Os Pilares da Terra se passa 200 anos antes de Mundo sem Fim e conta a história da construção da catedral fictícia de Kingsbridge. A catedral é a grande protagonista. Todos os personagens giram em torno da sua construção e alguns que se destacam no início perdem força e dão lugar a outros da metade do livro em diante.

O livro começa no ano de 1123 com o enforcamento de um homem. Uma jovem amaldiçoa todos os envolvidos na execução deste alegando sua inocência, mas essa parte da história permanece um mistério até o final do livro. Passam-se doze anos. Conhecemos Tom Construtor, pai de 2 filhos, Alfred e Martha, e casado com Agnes que está grávida do terceiro. Tom trabalha para William Hamleigh construindo a casa onde ele morará depois que se casar com a noiva, Aliena. Mas quando esta se recusa a se casar, Tom perde o trabalho e tem que pegar a estrada a procura de outro. Seu grande sonho é construir uma catedral, a maior da Inglaterra. Após a morte de sua mulher ao dar à luz, Tom se envolve e se torna amante da "feiticeira" Ellen que tem um filho chamado Jack. Depois de muitas dificuldades, Tom consegue trabalhar na construção da Catedral e começa a realizar seu sonho.

Aliena é uma jovem forte e decidida, que não aceita que controlem sua vida. Seu pai respeita suas decisões. Ela se nega a se casar com Hamleigh que, orgulhoso e sádico, faz tudo para prejudicá-la posteriormente. Aliena perde tudo quando seu pai é a acusado de traição e morto. Ela passa então a lutar para recuperar sua herança e tornar o irmão Richard um cavaleiro do rei. Da metade do livro em diante, Jack (filho de Ellen) e Aliena ganham mais importância na trama, então o livro passa a contar a história dos dois, sempre em torno da construção da catedral.

No mosteiro de Kingsbridge destacam-se o prior Philip que acredita que a construção da catedral é a vontade de Deus e o inescrupuloso e ambicioso bispo Bigod que quer a todo custo impedir que aquela seja construída.

Enquanto a trama se desenrola no priorado de Kingsbridge, uma guerra civil ocorre pela sucessão do trono da Inglaterra após a morte do rei Henrique I. Esse período é chamado de "A Anarquia". Follett descreve com detalhes as batalhas, as intrigas, o jogo de poder e mistura ficção e História com muita competência! Também descreve os costumes da época, as feiras e mercados. Mas o grande diferencial são as verdadeiras aulas de arquitetura que dá ao apresentar o trabalho de Tom Construtor e posteriormente de Jack, que herda o talento do padrasto. Follett descreve detalhadamente as etapas da construção da catedral, as técnicas e como eram executadas.

O mestre construtor aperfeiçoara as ideias de Saint-Denis, fazendo tudo mais alto e mais estreito - janelas, arcos e a própria abóbada. O grupo de fustes que compunham as colunas erguiam-se graciosamente através da galeria e transformavam-se nas nervuras de sustentação do teto, curvando-se para se encontrarem no meio dele, e pelas altas janelas ogivais a luz do sol inundava o interior. Ar cornijas eram finas e delicadas, e a decoração, uma orgia de folhagens cinzeladas na pedra. p.745

O livro é muito interessante e bem escrito! A narração é em terceira pessoa com uma linguagem clara e fluida. A trama é muito bem elaborada e envolvente com ação, aventura, mistério e romance. As personagens são todos muito bem trabalhadas e cativantes. Aliena é uma das minhas personagens preferidas de todos os tempos.  Gostei demais do livro e recomendo muitíssimo! Excelente! Está entre os meus favoritos.

Como já mencionei, foi filmada e exibida no canal Starz, uma minissérie sobre o livro com o mesmo nome. Vale a pena conferir, mas aviso logo que mudaram muito da história.

Avaliação: ★★★★★ 

Beijo.




Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Oi Ná!

    Ótima resenha. Eu acho que escrevi a resenha de Pilares antes, mas li primeiro Mundo Sem Fim. Mas como você, quando li Mundo Sem Fim, ainda não tinha o blog.

    Também gosto muito da série, mesmo com todas as alterações.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Puxa passei direto... Tem Spoilers e eu quero ler... Nem vou ler a resenha ta?? Ele é capa dura neh? achei muito bonito..

    beijos

    Me visita?
    Guilherme Kunz
    www.tematoa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tirei os spoilers. Pode ler sem medo agora. Eram spoilers bem de levinho que não comprometiam a leitura, mas achei melhor avisar, mas agora não tem nem isso.
      A edição é a de capa dura sim. Muito linda!

      Excluir

Adoro comentários e respondo aqui mesmo, conforme eu vou lendo.
Gentileza gera gentileza.
=)