terça-feira, 9 de outubro de 2012

O Livro Perdido das Bruxas de Salem - Katherine Howe


Este livro é um romance de mistério, histórico e sobrenatural. Confesso que gostei mais enquanto não havia elementos sobrenaturais. Nos dois primeiros terços do livro, a protagonista Connie investiga a história da Nova Inglaterra no século XVII para o seu projeto de doutorado, influenciada pela descoberta de um nome em um papel e uma chave que encontrou na casa da sua avó.

Quando Connie encontra o nome Deliverance Dane escrito em um papel dentro de uma chave que caiu de um livro na casa da sua falecida avó, ela decide investigar quem era essa mulher. Connie descobre que essa mulher era uma das bruxas condenadas em Salem em 1692 e acaba fazendo dessa curiosidade um elemento para seu projeto de doutorado. Nas suas investigações, encontra provas de que Deliverance Dane era mesmo bruxa.

Historiadores se dividem sobre as causas que teriam levado às acusações e condenações. Eles acreditam que aconteceram por motivos pessoais relacionados ao pastor que fez a acusação, ou que as meninas que apontaram as bruxas teriam tido alucinações depois de comer pão mofado ou que elas se sentiram poderosas ao perceber que estavam enganando todos na cidade ou ainda que foi um pretexto para destruir mulheres que viviam de maneira pouco convencional, desafiando as normas da sociedade. 

A autora, Katherine Howe, que é descendente de duas bruxas condenadas em Salem, teve a ideia de imaginar que teriam existido bruxas de verdade naquela época. Elas seriam conhecedoras da Sabedoria Popular, praticantes de magia, que vendiam serviços ocultos, adivinhação, cura com ervas etc. O livro intercala capítulos que se passam em 1991 com a investigação de Connie com outros que se passam no século XVII.

A história me prendeu desde o início, mas quando se tornou sobrenatural, perdeu um pouco a graça. Não que eu não goste de histórias sobrenaturais, pelo contrário, eu gosto, mas a trama voltada para a investigação histórica estava mais interessante. E no final caiu em alguns clichês bem parecidos com os livros do Dan Brown que são bem repetitivos, apesar de criativos. Aliás a escrita dela é idêntica à do Dan Brown. Se eu não soubesse quem era o autor juraria que estava lendo um livro dele. Isso me incomodou um pouco.

É uma leitura divertida. A autora foi criativa, fez uma pesquisa minuciosa, mas a forma de escrever não é muito original, apresenta alguns clichês e um romance morno e totalmente desnecessário vivido pela protagonista. Poderia ter sido melhor, mas pelo entretenimento, dou 4 estrelinhas.

Avaliação: ★★★★

O Dramaturgo americano Arthur Miller escreveu a peça "As Bruxas de Salem" que conta esse episódio da história americana. Uma antepassada da escritora Katherine Howe, Elizabeth Proctor, aparece na peça. Uma curiosidade: Arthur Miller, escreveu a peça na década de 1950, como resposta ao macartismo, período em que pessoas foram perseguidas acusadas de serem comunistas.

A peça foi adaptada para o cinema em 1996. O filme, "As Bruxas de Salem" (The Crucible), dirigido por Nicholas Hytner , conta com excelentes atuações de Daniel Day-Lewis e Winonna Rider. Eu gostei muito do filme. Fiquei muito indignada com as acusações injustas contra aquelas mulheres.

Até mais.
Beijo.


Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. É um livro muito lindo, 2 horinhas que vc tira vc lê. Só que um aviso: prepare o coração! eu chorei litros *-*
    Essa sua resenha nossa que gostosa! esse livro parece ser excelente. adoro livro de bruxas *-*
    beeijos e obrigada pela visita :)

    livrokawaii.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Já gostei dessa história. Se mostrou um método investigativo da minha área deve ser interessante. Eu tb gosto de partes sobrenaturais, li um monte de harlequins com esse tema.

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, mas fiquei bem curiosa. Ainda não li algum livro sobre o assunto, mas sempre quis.
    Entrou pra minha lista de futuras leituras, hehe.
    Beijos!
    alanahomrich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Tenho muuuuita vontade de ler este livro.
    Espero que eu consiga logo...
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ei Nadia,

    Nossa eu li quando lançou, já tem tempo. Mas quando li ele foi um 5 para mim, adoro bruxas e amei a historia. Pena que você não gostou tanto. ^^

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Nádia, vc me deixou curiosa a respeito do livro, pq eu gosto muito de casarões antigos e histórias que parecem ficar gravadas nestes lugares... mas é uma pena que como o Dan Brown acabe caindo no clichês... mas eu realmente adoro qq história que se passe em um casarão antigo, especialmente se envlver os fantasmas que habitam o lugar...

    ResponderExcluir
  7. Nanda e Fefa, livro é bem legal sim, só achei que se perdeu no final, mas gostei sim. Acho que vou dar mais uma estrelinha rs.
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela resenha bem construida, vc escreve muito bem.
    Achei interessante esse livro.
    E o filme ainda não vi!!!

    ResponderExcluir

Adoro comentários e respondo aqui mesmo, conforme eu vou lendo.
Gentileza gera gentileza.
=)